Como acompanhar o processamento de sua declaração IR 2017

No dia 28 de abril terminou o prazo para entrega da declaração de ajuste anual do imposto de renda 2017. Os contribuintes que entregarem a declaração a partir de maio deverão pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 e no máximo de 20% do imposto devido. A multa é aplicada mesmo para quem tem valor a restituir. Neste caso, o próprio programa emite um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) exclusivo para o pagamento da multa.
Recomenda-se que o contribuinte faça o acompanhamento do processamento de sua declaração no site da Receita Federal e verifique se ela não caiu em malha fina. Neste caso, a Receita dá um prazo para que o contribuinte faça os acertos necessários por meio da entrega de outra declaração retificadora. O acompanhamento no site da Receita deverá ser feito pelo Atendimento Virtual (e-CAC), e lá será efetuado o cadastramento do Código de Acesso e senha. Uma dica: você pode instalar em seu celular o app que a Receita disponibiliza para o acompanhamento das declarações. É possível monitorar o processamento e saber se há algum problema ou se a sua restituição já está liberada para recebimento. O aplicativo está disponível para Andróide e iPhone e podem ser baixados na Play Store e Apple Store.

Outro conselho é o de manter toda a documentação utilizada para preparar a declaração em uma pasta. Caso seja convocado a comparecer à fiscalização, estes documentos já estarão todos a mão, diminuindo o estresse emocional. Tenha todos os recibos e comprovantes médicos, de educação, planos de saúde e demais gastos dedutíveis. E atenção: Não basta ter as notas fiscais, deve-se ter o comprovante de que o pagamento foi realizado dentro do ano de 2016. Os gastos médicos são muito visados pela fiscalização, sendo assim, você poderá ser chamado para prestar esclarecimentos mesmo que esteja tudo certo com sua declaração. Não se esqueça de imprimir a declaração enviada e o recibo de entrega.

Havendo a necessidade de enviar a declaração fora do prazo ou de sua retificação, o contribuinte deverá atualizar o programa do imposto de renda em seu computador com a versão disponível a partir do mês de maio.

Quem teve imposto a pagar e parcelou o pagamento em várias cotas, teve a oportunidade de autorizar o débito automático em sua conta bancária, porém, quem não o fez, deverá emitir mensalmente o DARF de cada cota no site da Receita. O vencimento de cada cota é o último dia útil do mês, ou seja, se o último dia do mês cair em um sábado, domingo ou feriado, o pagamento deverá ser antecipado, diferentemente das contas e boletos bancários.

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário