Cobranças e abusos cometidos pelos Bancos

Caro leitor, vamos conversar sobre alguns dos abusos cometidos pelos BANCOS.
Ano passado eu fui procurada, em meu escritório, por uma cliente que afirmava ter sido lesada pelo Banco, onde teve seus documentos pessoais extraviados ao abrir uma conta corrente. Como consequência, seu nome foi parar no Serviço de Proteção ao Crédito, devido a uma fatura não paga. O Banco agiu com negligência levando a cliente a pleitear junto ao Juizado Especial Cível uma ação de reparação de danos morais e materiais.
Vários são os comportamentos abusivos que um Banco pode adotar.

Citarei alguns deles:
• Retirada de valores da conta corrente do cliente para pagamento de cartão de crédito sem a anuência do mesmo. Isso acontece quando o cliente tem um cartão de crédito do próprio Banco e não efetua o pagamento da fatura. O Banco, arbitrariamente, retira dinheiro de sua conta, sem sua anuência para pagar esta fatura;
• Envio de cartão de crédito sem o pedido do cliente: o cliente recebe em casa o cartão de crédito mesmo sem ter pedido;

• Extravio de talão de cheque: o cliente apesar de ter pedido esse serviço não recebe o talão em casa e constata tempos depois que foram utilizadas folhas deste talão;
• O cliente, após adquirir qualquer produto do Banco pede cópia do contrato e não recebe: ao contratar qualquer serviço junto ao Banco este é obrigado a fornecer o contrato deste serviço ao cliente;

• Abertura de conta sem a anuência do cliente: o futuro cliente procura o Banco para abertura de conta e depois desiste, o Banco, inadvertidamente, conclui o negócio e depois cobra por ele;
• O cliente tem uma aplicação, mesmo após sua morte: o banco continua a movimentar a aplicação trazendo alguns problemas aos herdeiros.
Seguem alguns conselhos:
Ao entregar os documentos peça o carimbo de recebimento, quando quiser  encerrar a conta faça-o formalmente, por escrito também acusando o recebimento, ao falecer o titular da conta comunique formalmente à instituição e nunca adquira qualquer produto sem antes obter todas as informações possíveis.

Um forte abraço e fiquem com Deus
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta